DEGRADAÇÃO DE AÇO CARBONO SUBMETIDO À AÇÃO DE SULFATOS E O USO DE MATERIAIS NATURAIS PARA PROTEÇÃO

Hugo Mozer Barros Eustáquio, Aluízio Alves dos Santos Filho, José Tamires Filgueira da Silva, Geovane Matheus da Silva Farias

Resumo


Nos diais atuais o aço é um dos principais materiais usados na área da construção civil. E na prática, constata-se que inúmeras obras, com ênfase nas expostas em ambientes agressivos, apresentam degradação precoce. Um dos principais agentes de degradação presente no ambiente é o íon sulfato (SO42-) que é fruto principalmente do processo biológico de transformação da matéria orgânica pelas bactérias. Em especial para o aço, o sulfato pode acelerar a principal forma de degradação que é a corrosão. O presente trabalho refere-se à exposição do aço carbono ao ambiente agressivo com a presença de sulfato a uma concentração de 14,2g/L considerada como sendo de agressividade moderada pela NBR 12655/2006. Foram expostos, barras para ensaios de tração e peças cilíndricas com 2 centímetros de espessura. Como forma protetora foi testado o uso de uma resina a base de cera de abelha, um material natural com grande disponibilidade no nordeste brasileiro. Nessas condições foram avaliadas propriedades de resistência à tração, pH e condutividade da solução de ataque e perda de massa do metal. A resistência mecânica não foi influenciada mediante ao tempo utilizado (21 dias) para máxima exposição. Constatou-se um aumento da condutividade e uma redução do pH consequência de uma leve perda de massa, indicando efeitos degradativos. A proteção com cera de abelha provocou a manutenção nas propriedades das peças, evitando a perda de massa para a solução, fato comprovado também pelos valores inalterados dos pH e condutividades da solução de ataque.

Palavras-chave


Corrosão. Íon Sulfato. Aço CA_50.

Texto completo:

PDF

Referências


J. HOPPE FILHO, D. J. SOUZA, M. H. F. MEDEIROS, E. PEREIRA, K. F. PORTELLA. Ataque de matrizes cimentícias por sulfato de sódio: adições minerais como agentes mitigadores. Cerâmica 61 (2015) 168-177

MARCELINO, A. P. B. Estudos para o Desenvolvimento de uma Metodologia de Definição de Teores Deletérios de Enxofre em Concretos e Argamassas de Barragens. Dissertação de Mestrado. Programa de pós-graduação em engenharia de estruturas, UFMG, 2015.

DA SILVA, R.C.B.; PONTES FILHO, T.R.; Corrosão do aço carbono em meio sulfato na presença da bactéria Salmonella anatum. Revista Matéria, v. 13, n. 2, pp. 282 – 293, 2008.

MATOS, D. M. L. CONTAMINAÇÕES SULFÁTICAS EM CORPOS HIDRICO DE UMA ÁREA GESSEIRA EM UMA REGIÃO DO SEMI-ÁRIDO PERNAMBUCANO. 2012. 45 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Engenharia Mineral, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2012.

SILVA, A. L. S. da. Sulfatos de metais alcalinos terrosos. Disponível em: . Acesso em: 15 set. 2017.

SENA, H. C. de. Influência de altas concentrações de sulfato na remoção carbonácea, nitrificação e digestão anaeróbia em estações de tratamento de esgoto. In: CONGRESSO INTERAMERICANO DE ENGENHARIA SANITÁRIA E AMBIENTAL, 28., 2002, Cancun.

RHEINHEIMER, B.; KHOE, S. S.. Ataque por sulfatos em estações de tratamento de efluentes. 2013. 110 f. TCC (Graduação) - Curso de Engenharia Civil, Universidade Federal do ParanÁ, Curita, 2013.

PINHEIRO, L. M.; SANTOS, A. P.; MUZARDO, C. D.. Estruturas de concreto. São Paulo: Usp – Eesc – Departamento de Engenharia de Estruturas, 2010.

BAUER, L.a.falcao. Materiais de construção 2. Rio de Janeiro: Ltc, 2008.

BRASIL, Instituto do Aço. Processo Siderurgico. Disponível em: . Acesso em: 09 out. 2017

PINHEIRO, G. L.. Influência do íon sulfato na corrosão do aço-carbono. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE QUÍMICA, 48., 2008, Rio de Janeiro. Química na proteção ao meio ambiente e a saúde. Rio de Janeiro: Iniciação Científica, 2008.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Carpe Diem: Revista Cultural e Científica do UNIFACEX ISSN 1518-5184 (Impressa) ISSN 2237-8685 (Online)  UNIFACEX- Centro Universitário FACEX Rua Orlando Silva, 2897 Capim Macio - Natal/RN - CEP: 59080-020